Parece mentira

Monge budista foi preso após esmagar uma formiga

Glew se declarou culpado de três acusações de danos. Ele foi originalmente sentenciado em 14 de outubro, mas não compareceu ao tribunal. Em vez disso ele continuou fugindo da polícia durante três meses e acabou sendo preso.

Um monge budista foi preso depois de esmagar uma formiga.

Se você está achando isso bizarro, calme. Na verdade sua prisão ocorreu porque após o incidente ele ficou com raiva do que fez e em um ataque de fúria esfaqueou os pneus de carros.

Julian Glew, que vive há 20 anos em uma floresta em Pocklington no East Riding of Yorkshire, Inglaterra, esfaqueou os pneus de 162 carros que estavam estacionados.

Glew se declarou culpado de três acusações de danos. Ele foi originalmente sentenciado em 14 de outubro, mas não compareceu ao tribunal. Em vez disso ele continuou fugindo da polícia durante três meses e acabou sendo preso por agentes no início deste ano.

DEIXE SEU COMENTÁRIO