Bairros de Maceió

Ipioca

Lugar paradisíaco, com o verde predominando por todos os lados, uma igreja secular, praia bela, casas de pescadores, gente simples nas calçadas e uma historia ricas em detalhes que se inicia no século XVIII. ...

Lugar paradisíaco, com o verde predominando por todos os lados, uma igreja secular, praia bela, casas de pescadores, gente simples nas calçadas e uma historia ricas em detalhes que se inicia no século XVIII. Assim é Ipioca, o bairro-distrito de MACEIÓ, que é conhecido em todo país, como a terra onde nasceu o Marechal Floriano Peixoto, o segundo presidente da República.

Terra rica em cal, fornecia esse produto para varias partes do Estado, até que a retirada já provocava erosão, e o governo proibiu a exploração. O bairro ficou dependendo só exclusivamente do coco e da pesca. Antes, muitos moradores trabalhavam na fábrica de tecidos de Saúde, desativada a cerca de 10 anos. Mas Ipioca cresceu em sua beira-mar, com a construção de casa de veraneio.

A parte alta, continua intacta, com suas casas antigas, a Igreja de Nossa Senhora do Ó, a praça com o busto do seu filho ilustre, Floriano Peixoto, o marco edificado no local, onde ele nasceu e o bonito visual da praia

Os mais antigos lembram que durante a Invasão Holandesa, Ipioca ficou como centro de observação, por estar situada num ponto estratégico, com vista panorâmica para o mar. A Igreja, originou-se de um forte, construído pelos portugueses. Foi aproveitado toda a estrutura, e o túnel que eles construíram desapareceu. Ipioca tem seu dia-a-dia como uma cidade de interior. Personagens como a parteira Joana dos Santos, que continua atuando; o vendedor de frutas Jones Gomes; o tirador de coco, Paulo Francisco e Edésio Pereira, dono do cartório. Todos vivem numa comunidade tranqüila, com a brisa do mar soprando dia e noite.

DEIXE SEU COMENTÁRIO