Trânsito

Cid Scala é alternativa para desafogar Dona Constança

O condutor que vem da Comendador Leão, ao invés de seguir pela Dona Constança, onde o comércio local deixa o trânsito mais lento, pode seguir um pouco mais a frente pela Bomba da Marieta e ir pela Cid Scala direto até o semáforo na Dona Constança, perto do Maceió Shopping.

Com a implantação da faixa azul nas Avenidas Comendador Leão e Dona Constança, na parte baixa de Maceió, os ônibus coletivos tiveram o tempo de viagem reduzido em até 50%, segundo a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). Para os condutores de veículos particulares, o órgão orienta que, em horários de pico, a Avenida Cid Scala, parelela à Dona Constança, é uma alternativa para fugir de possíveis congestionamentos.

Recentemente pavimentada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), a Cid Scala recebeu da SMTT toda a parte de sinalização e é uma rota que pode ser utilizada para quem não quiser trafegar pela Avenida Dona Constança.

O condutor que vem da Comendador Leão, ao invés de seguir pela Dona Constança, onde o comércio local deixa o trânsito mais lento, pode seguir um pouco mais a frente pela Bomba da Marieta e ir pela Cid Scala direto até o semáforo na Dona Constança, perto do Maceió Shopping.

“O que era um estacionamento de veículos do lado direito das vias, agora passou a ser a faixa exclusiva para os ônibus. Os condutores tinham somente a faixa do meio para trafegarem e passam a ter uma outra via para transitar em direção ao shopping center pela Avenida Cid Scala. Na prática, houve uma melhoria para os condutores porque, além da Dona Constança, a Cid Scala agora é uma rota alternativa”, explica o superintendente da SMTT, Tácio Melo.

Ainda, segundo o superintendente, a faixa exclusiva vem tendo uma boa aceitação e beneficia milhares de passageiros que dependem do transporte público para chegar aos compromissos, bem como os motoristas de ônibus que fazem o percurso de três quilômetros em menos tempo. A SMTT  implantou 26 faixas de pedestres pintadas na Dona Constança e na Comendador Leão.

Nicollas Albuquerque / Ascom SMTT