Boa Saúde

Secretaria oferece testes rápidos de HIV a aprovados na Ufal

Com a haste coletora, a pessoa deve extrair o fluido da gengiva e da mucosa da bochecha, colocá-la na solução e esperar 30 minutos

25Durante o acolhimento dos estudantes ingressantes na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) em 2017.2, nesta quinta-feira (25), os feras poderão realizar testes rápidos para o diagnóstico do HIV. A Secretaria Municipal de Saúde vai ofertar os exames, por meio do Centro de Testagem e Aconselhamento Itinerante (CTA) do Programa IST/AIDS que estará situado Centro de Interesse Comunitário (CIC) da Ufal, das 8h30 às 13h.

De acordo com a Coordenação do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis e Aids, serão levados 200 kits do Fluído Oral para testagem. O resultado sai em 15 minutos e ali mesmo o paciente recebe o serviço de aconselhamento necessário. Os testes rápidos são uma forma de detectar as doenças de forma precoce.

A coordenadora do Programa, Tereza Carvalho, destacou que além da realização dos testes, serão distribuídos preservativos e a equipe vai orientar os estudantes. “É importante que a Saúde vá até esses jovens que, em sua maioria, já iniciaram a vida sexual e nem sempre estão atentos aos riscos. A faixa etária de 15 a 45 anos é a mais afetada pelas DSTs, por isso é muito importante informar sobre os riscos, orientá-los para o sexo seguro”, salientou.

O trabalho de prevenção é realizado pela Saúde de Maceió durante todo o ano, com orientações nas comunidades e a oferta de testes rápidos. Por mês, a Central de Abastecimento Farmacêutico distribui cerca de 800 mil preservativos para as Unidades Básicas de Saúde, que, por sua vez, disponibiliza para população.

Como é feito o teste com fluído oral?

Com a haste coletora, a pessoa deve extrair o fluido da gengiva e da mucosa da bochecha, colocá-la na solução e esperar 30 minutos. A reação ocorrerá no suporte de plástico, onde será revelado o resultado. Se aparecer uma única linha vermelha, significa que o fluido não é reagente. Se apareceram duas linhas vermelhas, quer dizer que na amostra há anticorpos anti-HIV e o teste é positivo.

 

Amanda Vieira/ Ascom SMS

DEIXE SEU COMENTÁRIO