Maceió

Residência Médica 2018 realiza prova em Maceió e SP neste domingo (21)

A segunda etapa é a entrevista, que ocorrerá em 1º de fevereiro nas duas cidades em local e horário a ser divulgado.

A prova objetiva da Residência Médica 2018 da Santa Casa de Maceió será neste domingo.

A abertura dos portões será às 7 horas em Maceió, no Campus I do Cesmac, no bairro Farol, e às 8 horas em São Paulo, no Colégio Santa Amalia, na Avenida Jabuquara, bairro Saúde. O início da prova será uma hora depois. Os portões fecham às 7h45 e 8h45, respectivamente.

A segunda etapa é a entrevista, que ocorrerá em 1º de fevereiro nas duas cidades em local e horário a ser divulgado.

Concorrência

A Divisão de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Maceió recebeu 287 inscrições para a Residência Médica 2018, processo seletivo que oferece este ano 41 vagas para o primeiro ano em 16 programas (especialidades) autorizados pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), do Ministério da Educação.

O primeiro edital abrangeu os programas com acesso direto (Anestesiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia/Obstetrícia, Ortopedia e Traumatologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Radiologia e Diagnóstico por Imagem e Radioterapia).

O segundo edital rege a seleção para os programas que exigem pré-requisito, como ter concluído a Clínica Médica, por exemplo. Neste edital estão Cancerologia Cirúrgica, Cancerologia Clínica, Cardiologia Clínica, Geriatria, Medicina Intensiva, Neonatologia e Nefrologia.

A médica Alayde Rivera, gerente da Divisão de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Maceió, fala da importância de se investir na pós-graduação de médicos, no internato de estudantes do Curso de Medicina do Cesmac e nos estágios obrigatórios e extracurriculares.

“A presença de residentes e estagiários oxigena a instituição. Leva-nos a todos, médicos e profissionais das mais diversas áreas, a sair da nossa zona de conforto. Incentiva-nos a ampliar e atualizar nossos conhecimentos para que sejam transmitidos às novas gerações de profissionais. No fim, saem ganhando os próprios profissionais, os aprendizes e a instituição, pela adoção de novas práticas na assistência ao paciente que, em última análise, é o principal beneficiado”, raciocina Alayde Rivera.

Neste sentido, ainda segundo Rivera, o Hospital de Ensino é o espaço adequado para atualizar e aprimorar a prática assim como para facilitar a interação da equipe multiprofissional.

“Nosso objetivo maior é fazer com que cada profissional da instituição veja a Divisão de Ensino e Pesquisa como um espaço aberto para o aprendizado contínuo e permanente e um parceiro pronto a ajudar a ampliar seu conhecimento pessoal ou de seus pares ou de sua equipe”, concluiu.

Santa Casa de Misericórdia de Maceió

Santa Casa de Misericórdia de Maceió

Fundada em 7 de setembro de 1851, tornou-se exemplo no cenário nacional por seus investimentos na segurança e na excelência da assistência ao paciente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO