Maceió

Dia das Pessoas com Deficiência terá atividades inclusivas

A organização do evento estima que mais de 300 pessoas com deficiência e seus familiares marquem presença no dia 03 de dezembro.

No dia 03 de dezembro é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Nesta data são realizadas diversas mobilizações pelo País representando a luta por inclusão social. Em Maceió, uma parceria entre Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Semelj) vai resultar em um dia repleto de atividades, serviços, atrações e recreação infantil.

A organização do evento estima que mais de 300 pessoas com deficiência e seus familiares marquem presença no dia 03 de dezembro, na Praça Gerônimo Cerqueira, na Pajuçara (em frente ao restaurante Imperador dos Camarões). O dia será aberto com o Circuito Popular Acessível de Corrida de Rua, às 7 da manhã.  O local terá uma estrutura com tendas onde serão ofertados de forma gratuita os serviços de verificação de pressão arterial, dosagem de glicemia, massoterapia e orientações nutricionais. A Banda Afrolozze, da Associação Pestalozzi também se apresenta no local. De acordo com a organização, o evento vai atingir público de diversas idades. Na faixa de areia, terá standup, judô, bocha, vôlei e basquete paraolímpico, capoeira e arte terapia.  Quanto às crianças, terão espaço garantido, com atividades recreativas, brinquedos, pipoca e algodão doce.

A ideia surgiu a partir do projeto Praia Acessível, da Semelj, que proporciona banhos de mar assistido na Praia da Pajuçara. Dentro da programação  haverá atividades adaptadas para adultos e crianças com deficiência – tudo contando com o envolvimento de 14 instituições que estarão representadas no local. “O Projeto Praia Acessível já vem dando certo e a ideia é ampliar o projeto no dia 3, com mais atividades, contando com o apoio de muitos parceiros. Vamos dar visibilidade, valorizar essa data proporcionando um dia diferente, um dia de lazer, mas também um dia de conscientização”, explicou Jathyla Sales, assistente social da Gerência de Atenção a Pessoa com Deficiência (GAPD) da SMS.

O evento pretende chamar a atenção da população e das autoridades com relação às dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência. Hoje, em Alagoas, 27% da população apresentam alguma deficiência. Na capital, 14,5% da população têm deficiência, sendo maior do que a média nacional – que é 14%. Em Maceió, os Centros Especializados de Reabilitação da SMS atendes em média quatro mil pessoas por mês com trabalhos de atenção à pessoa com deficiência.

DEIXE SEU COMENTÁRIO