Maceió

Detran-AL suspende envio de ‘amarelinha’ pelos Correios; veja o que muda!

A assessoria do Detran/AL orientou que os usuários que não conseguirem pagar a guia original devem imprimir uma segunda via por meio da página eletrônica do Detran.

Com o início de 2018 e fazendo parte de uma política de informatização das ações, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas informou, nesta quarta-feira (3), que serão suspensos os envios das populares taxas de “amarelinha” – licenciamento de veículos – pelos Correios. De acordo com o presidente do órgão, Cacá Gouveia, a suspensão faz parte de uma necessidade de automação dos serviços e maior controle do contribuinte.

A medida, segundo levantamento do órgão, deve promover uma economia de aproximadamente R$ 1 milhão por ano. Outra justificativa utilizada pelo departamento é de que as guias eletrônicas enviadas às residências alagoanas não são utilizadas por metade dos contribuintes, o que resulta em desperdício de papel.

A taxa da amarelinha refere-se ao licenciamento, seguro DPVAT e eventuais infrações que o condutor venha a cometer. Além desta guia, o condutor também paga o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Mesmo com a alteração do serviço para o meio eletrônico, ainda fica valendo a regra de prazos estabelecidos segundo os finais das placas de cada veículo. Por isso, o departamento pede atenção. Caso o prazo seja perdido, uma nova guia pode ser emitida no site do Detran.

CLIQUE AQUI PARA EMITIR A SUA GUIA

Alagoas 24 Horas

Alagoas 24 Horas

O Alagoas24Horas está organizado em mais de 40 editorias, ele possui canais de notícias, informação, entretenimento e serviços, que ao todo somam mais de 100 mil páginas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO