Educação

Como escolher uma escola para seu filho? Psicóloga alerta para questões como metodologia e segurança

Antes de tudo, o responsável precisa visitar a instituição, conhecer o ambiente, os espaços onde o filho passará um tempo diariamente.

O final do ano se aproxima e a chegada de um novo ano pode significar a entrada de um filho da escola, ou mesmo a mudança de instituição, já que algumas escolas trabalham com apenas algumas faixas etárias. Porém, a preocupação não deve ser voltada apenas para uniforme ou material escolar, é preciso saber escolher uma escola para matricular o filho.

Antes de tudo, o responsável precisa visitar a instituição, conhecer o ambiente, os espaços onde o filho passará um tempo diariamente. Outra questão fundamental e decisiva é saber qual a metodologia utilizada e quais são os valores, para descobrir se a cultura da escola condiz com a cultura familiar. A abordagem pedagógica tem muito a ver com o que a família acredita, cada um dos alunos tem seus valores, culturas e crenças enraizados, de certa forma, eles buscam na instituição escolar uma abordagem que esteja de acordo com suas expectativas. Os responsáveis precisam fazer perguntas como: qual a intenção dessa abordagem? Por que seguem essa linha? Quais são as vantagens dessa abordagem para o desenvolvimento do meu filho?

Dentro da questão da metodologia, é importante conhecer os conteúdos trabalhados, ou seja, a parte pedagógica, qual será a rotina da criança na escola, se o calendário contempla aulas de música, artes, esportes ou línguas, por exemplo, são habilidades que os alunos precisam desenvolver de acordo com cada faixa etária. Como vivemos na era digital, também pode ser uma boa oportunidade para perguntar sobre os equipamentos disponíveis.

Outra prioridade é analisar a segurança da escola, seu espaço físico, os funcionários disponíveis para cada função, quais os tipos de brinquedos disponíveis, jogos, mesas, cadeiras, que devem estar em boas condições e de acordo com a faixa etária atendida pela escola.

Também existem regras em todas as instituições e, por isso, é sempre importante saber quais são as normas, tipo de uniforme, dia do brinquedo, dia da lancheira, alimentação, por exemplo. E, por fim, os responsáveis devem consultar os valores das matrículas, mensalidades e se a alimentação está inclusa ou não.

DEIXE SEU COMENTÁRIO