Com a Palavra

Milton Hênio: A importância da palavra

Não existiriam os filósofos, nem os legisladores, nem os poetas se eles não encontrassem na palavra as expressões para modelar seus pensamentos.

Na longa estrada do tempo, a força verbal da palavra tem sido a arma mais poderosa de conquista no domínio do espírito humano. Com seu poder ganhou batalhas e construiu impérios; foi a semente de cujas raízes prosperaram o ideal democrático e os direitos individuais do homem.

É bíblico: a palavra é tudo e tudo pode. Foi ela a gênese de todas as coisas quando Deus criou, com o verbo, os céus e a terra. Com ela e por intermédio dela, o homem conversa com a terra e dialoga com o Criador.

Não existiriam os filósofos, nem os legisladores, nem os poetas se eles não encontrassem na palavra as expressões para modelar seus pensamentos.

A palavra por mais simples que seja tem um valor inestimável. É o principal elemento de comunicação entre os indivíduos e tem poderes surpreendentes: ergue ou aniquila; constrói ou destrói; arrasta, arrasa, eleva, revigora e até mata.

A má palavra é terrível para ferir. Ao contrário, uma palavra boa engrandece, une, transmite afeto. Há pessoas que se especializam em más palavras. “Como você está anêmica!”; “Como você está gorda”; “Que menino magro esse seu filho”. São palavras negativas que nada constroem, só trazendo para quem as pronuncia um retorno de antipatia. Quando se diz a uma mulher ou até a um homem mesmo “como você está envelhecida (o)”, é o mesmo que atirar-lhe uma pedrada no rosto. É melhor achar que esse alguém está “conservado”; é um termo que agrada muito mais, apesar de lembrar sardinha em lata, como diz um crítico teatral.

Para passar da pedra lascada para a pedra polida o homem levou milhões de anos. Acredito que vai precisar de outros tantos para aprender a não jogar pedras nos outros através da palavra.

Nada existe de melhor do que a palavra do médico quando conforta, consola, é solidário na dor do seu paciente. A palavra do médico em todas as épocas é o remédio preferido dos doentes e que não vende em nenhuma farmácia.

Dessa forma, vamos usar a palavra para construir, seja o que for, e que sejamos através dela sempre ponte de estima e nunca ilha, isolada, distante do seu próximo.

Seja o piloto de sua vida. Com a palavra proferida ganharás terreno se a semente plantada for produtiva.

Se os pais soubessem o valor da palavra na educação dos filhos e os tratassem com palavras e gestos de grandeza, talvez o mundo fosse melhor.

A vida é um dom maravilhoso.

Deus não usa muito as palavras, mas ouve os seus pedidos quando você confia Nele. Amanhã será um novo dia. Use a palavra para distribuir amor pelas estradas da vida e, com certeza, você será muito feliz.

| MILTON HÊNIO é médico e integra as academias de Medicina e de Letras e o IHGAL.

DEIXE SEU COMENTÁRIO