Parece mentira

Casal vendeu a filha de 18 dias para comprar um iPhone

Sem emprego, Duan considerava sua filha recém-nascida um fardo enorme e sugeriu para a esposa que vendessem a criança.

Um jovem casal de Fujian, na China, foi levado a julgamento por vender a própria filha de 18 dias de vida para conseguir dinheiro para comprar um iPhone.

Duan e Xiaomei, ambos de 19 anos. se conheceram e se apaixonaram em 2013. Eles não se casaram, e Xiaomei acabou ficando grávida.

Sem emprego, Duan considerava sua filha recém-nascida um fardo enorme e sugeriu para a esposa que vendessem a criança.

Inicialmente Xiaomei não concordou com a ideia e pediu ajuda para o sogro. No entanto o homem disse que preferia que a neta fosse um menino, e após a frustrada tentativa, a jovem mulher não mais protestou.

Assim Duan ficou livre para encontrar um comprador pelo Facebook e recebeu o equivalente a 13 mil reais para comprar um iPhone e uma moto.

Após o fato Xiaomei acabou deixando Duan, que a ameaçou dizendo que se ela não voltasse para ele, teria que contar tudo à polícia.

XIaomei não concordou em voltar, e então Duan cumpriu o prometido.

“Eu fui adotado. Muitos casais em minha cidade natal vendem seus filhos. Eu não sabia que era contra a lei”, afirmou Xiaomei quando foi encontrada pela polícia.

Duan recebeu uma sentença de três anos de prisão, enquanto Xiaomei pegou dois anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO