Boa Saúde

Confira os novos procedimentos oferecidos pelo Serviço Avançado de Moléstias Vasculares

Pernambucano, Freitas residiu e trabalhou nos últimos seis anos como médico em Leipzig (Alemanha) e radicou-se em Maceió, onde agora implanta o novo serviço na Santa Casa de Maceió.

BRUNOFREITAS-300x230Ao implantar o Serviço Avançado de Moléstias Vasculares, a Santa Casa de Maceió deu um importante passo para integrar a atuação dos vários profissionais que atuam na área de doenças vasculares.

Essa abordagem multidisciplinar permitiu ao hospital oferecer tratamentos complexos, disponíveis nos principais centros especializados do País e do mundo.

Na lista de procedimentos estão desde a complicada reconstrução vascular em casos de obstruções longas nas artérias dos membros inferiores até tratamentos de diversos aneurismas e tromboses, pé-diabético, intervenção biliar, quimioembolização, malformações vasculares e até a embolização de miomas, este último uma técnica realizada em mulheres, que elimina miomas, mas preserva o útero, deixando-o apto para uma eventual gravidez.

“Se antes os profissionais atuavam de forma individualizada, o envelhecimento da sociedade e a complexidade das patologias contemporâneas levou os principais centros hospitalares do mundo a investirem, nos últimos 20 anos, em grupos de especialistas integrados, organizados e qualificados para enfrentar esses desafios”, analisou o cirurgião vascular Bruno Freitas.

Pernambucano, Freitas residiu e trabalhou nos últimos seis anos como médico em Leipzig (Alemanha) e radicou-se em Maceió, onde agora implanta o novo serviço na Santa Casa de Maceió.

Bruno Freitas não está sozinho nessa empreitada. Além de contar com o apoio da direção da Santa Casa de Maceió e do coordenador do Serviço de Hemodinâmica Amilson Pacheco, Freitas atua junto com uma equipe formada pelos cirurgiões: Elton Correia, Diego Espíndola, Jubrant Petruceli, Mário Amorim, Ronaldo Nardão e Wellington Mandinga.

O Serviço Avançado de Moléstias Vasculares engloba atividades nas áreas de angiologia, cirurgia vascular, ecografia vascular e angioradiologia intervencionista, assim como agregará atividades ambulatoriais para convênios, particulares e o Sistema Único de Saúde nas áreas da aorta, carótida, apoio renal, pé-diabético e geral.

Tratamentos menos invasivos

O Serviço Avançado de Moléstias Vasculares oferecerá modernos tratamentos minimamente invasivos como aqueles que utilizam o laser e a radiofrequência nos casos de doenças vasculares.

“Esse esforço exige uma equipe multidisciplinar, especializada e capacitada com as mais atuais técnicas e tecnologias disponíveis. Neste sentido, a implantação do novo serviço foi marcada pelo primeiro curso internacional de doenças endovasculares. Em outro, a instituição vem investindo na atualização de seu parque tecnológico no centro cirúrgico do Serviço de Hemodinâmica”, frisou o cirurgião Bruno Freitas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO