Blog do Cidadão

A mocinha da bilheteria no Cinesystem: “para conseguir vender eu estou fazendo isso”

Duas coisas chamaram a minha atenção neste costumeiro passeio: o fraquíssimo filme do Pica-Pau e a atitude da jovem mocinha que atendia na bilheteria naquele dia.

Eu gosto de reservar pelo menos uma segunda-feira de cada mês para ir ao cinema com a família. Na maioria das vezes vamos ao Cinesystem, no Parque Shopping Maceió, onde sempre escolhemos um filme infantil, afinal, a ideia é mesmo agradar as crianças – algo que conseguimos sem maiores dificuldades já que para eles estar numa sala de cinema é o suficiente para a boa diversão.

Nesta última segunda-feira de outubro duas coisas chamaram a minha atenção neste costumeiro passeio: o fraquíssimo filme do Pica-Pau e a atitude da jovem mocinha que atendia na bilheteria naquele dia. Ela não se contentou em me vender um super combo de pipoca, que incluía um litro de refrigerante, mas também queria muito que eu comprasse algo do menu, fosse doce ou salgado.

Pegando o cardápio das mãos do meu mais velho, ela fez questão de mostrar a grande variedade de opções. Confesso que não consegui ver nada porque direcionei os olhos para o relógio, que naquele momento mostrava que a parte dos trailers já estava perdida e que faltava muito pouco para perder também o começo do filme. Foi quando ela mencionou:

– “Eu mesma levarei para vocês o que escolherem!”

– Você vai levar? Mas isso não é uma exclusividade da Sala VIP?

Em tom mais baixo ela explicou: “É um serviço da VIP, mas para conseguir vender eu estou fazendo isso”.

Achei interessante a disposição dela, de sair do caixa para levar a comida dos clientes na poltrona. Ao mesmo tempo fiquei pensando se ela não estaria se desdobrando para bater alguma meta. Será que os demais funcionários da bilheteria também estão fazendo isso? Eu não quis perguntar. Assim como também não quis comprar nada mais além das pipocas.

Aos vinte e poucos minutos de filme ela apareceu. Alguém na fileira da frente foi convencido a comer coxinhas enquanto assistia ao Pica-Pau. E até posso imaginar ela descendo as escadas, voltando para o caixa rindo como aquele pássaro. Mais uma venda conquistada: hehehe-hê!

DEIXE SEU COMENTÁRIO