Home » Trânsito » Tudo o que você precisa saber sobre os novos “pardais” instalados em Maceió

Tudo o que você precisa saber sobre os novos “pardais” instalados em Maceió

pardais_maceioA partir do dia 30 de setembro, Maceió terá 14 novos pontos de fiscalização eletrônica, além da fiscalização por monitoramento da Faixa Azul. O objetivo é reduzir ainda mais os índices de acidentes por excesso de velocidade e avanço de sinal vermelho na cidade.

No primeiro semestre de 2017, houve uma redução de 53% nos índices de acidentes nos 10 pontos onde os equipamentos já funcionavam desde fevereiro, em comparação com o mesmo período do ano passado quando nenhum radar estava funcionando.

Confira abaixo as principais indagações e explicações sobre a fiscalização eletrônica:

 

Falso: o limite de velocidade nas vias onde haverá lombadas eletrônicas é de 60 km/h

Verdadeiro: nas vias onde existirão lombadas eletrônicas a velocidade máxima é de 40 km/h, visando sempre o bem-estar dos cidadãos, sendo exemplos as avenidas Assis Chateaubriand (entre as residências de n° 190 e 265/próximo ao emissário submarino), Avenidas Rotary e Governador Afrânio Lages, e as Ruas Empresarial Jorge Montenegro Barros, do Imperador, Barão de Atalaia, Melo Moraes e do Sol.

Falso: com a implantação dos novos pontos de fiscalização eletrônica, a velocidade máxima cairá para 40 km/h em todas as vias

Verdadeiro: o limite de 40 km/h valerá apenas para vias com as lombadas eletrônicas. Nas demais vias como as Avenidas Josepha de Mello, Menino Marcelo, Fernandes Lima, Muniz Falcão, Durval de Góes Monteiro e Assis Chateaubriand (perto da entrada do Pontal da Barra), que já contam ou passarão a contar com equipamentos de fiscalização eletrônica, a velocidade máxima permitida é de 60 km/h. Na Avenida Álvaro Otacílio, o limite é de 50 km/h.

Falso: se eu estiver de madrugada na rua e quiser avançar o semáforo para evitar ser vítima de algum crime, serei autuado.

Verdadeiro: pensando na segurança da população, a SMTT determinou que a partir de 23h até 05h haja uma tolerância somente da fiscalização eletrônica para o avanço de semáforo. A recomendação é que o motorista tome cuidado para não provocar acidentes ao executar a manobra e permaneça sempre dentro do limite de velocidade da via, infração cuja fiscalização ocorre 24h.

Verdadeiro: a fiscalização eletrônica não substitui os agentes de trânsito, que seguem realizando a fiscalização para as demais infrações de trânsito não coibidas pelos equipamentos eletrônicos.

Falso: a fiscalização eletrônica de faixas exclusivas também combaterá excesso de velocidade, avanço de semáforo e parada sobre faixas de pedestres.

Verdadeiro: essa afirmação se aplica apenas às avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro, onde já existe a fiscalização por avanço de semáforo e parada sobre faixas de pedestres em alguns pontos. Também haverá a fiscalização do uso indevido de faixas também nas avenidas Comendador Leão e Dona Constança, e na Rua do Comércio.

Falso: entrou na faixa azul e já será multado.

Verdadeiro: somente será autuado o condutor que utilizar a faixa azul e transitar sem o propósito de acessar alguma via. Não é permitido utilizar a faixa para fazer ultrapassagens ou evitar o fluxo do trânsito das faixas à esquerda, fora dos horários estabelecidos. Também não é permitido trafegar na Faixa Azul entre às 6h e 20h em dias úteis. O condutor deve utilizar a faixa azul apenas para entrar em alguma rua ou algum estabelecimento, casa e etc.

Falso: uma vez instalados, os equipamentos de fiscalização eletrônica já começarão a autuar os condutores.

Verdadeiro: O início da fiscalização eletrônica nos novos pontos será no dia 30 de setembro.

Falso: a população não será informada com antecedência sobre os novos pontos de fiscalização eletrônica e o que será combatido em cada local.

Verdadeiro: além da divulgação no portal e nas redes sociais da Prefeitura de Maceió, bem como da divulgação nos veículos de comunicação como TV, jornal e rádio, a SMTT realizará ações educativas com equipes orientando os condutores nos locais que contarão com os novos pontos de fiscalização eletrônica antes do início efetivo da fiscalização.

DEIXE SEU COMENTÁRIO